Vitória de Pirro?

Todas as vitórias ocultam uma renúncia!

Esta é a frase que atualmente aparece no meu status do meu Whatsapp, pois até então tinha a visão de que a renúncia era uma condição para as vitórias que temos na vida.

Muitas vezes renunciamos momentos, pessoas, oportunidades, sensações e vivências almejando algo que por vezes se torna até nublado em nossa caminhada.

Há a alguns dias eu estava lendo um livro sobre a história conhecida como Vitória de Pirro. Achei interessante e de uma maneira muito gratificante, pois aprendi mais um pouco com meus professores autores, os quais muito admiro.

Tal momento me levou a uma reflexão sobre o que queremos e se temos noção das perdas que teremos ao longo do caminho para chegar a nossa idealizada vitória. Não estou aqui dizendo que não devemos ter metas e objetivos na vida. Longe disso. Percebo, porém, que muitas pessoas tendem a sofrer angústias, ansiedades, frustrações e decepções ao longo da busca, pois não ponderam que, para alcançarem a vitória, poderão ter perdas também. Assim, frustrações e sentimentos que chegam próximo do fracasso nos atormentam.

Hoje não venho com uma proposta desanimadora, mas sim real, pois não é raro nos depararmos com pessoas cansadas, desmotivadas e até próximas de um estado depressivo decorrente de vitórias almejadas e alcançadas, mas que não tinham a real noção de que as escolhas deveriam ser feitas e que, como humanos, sempre sofremos ao nos depararmos com as opções que nos aparecem cotidianamente.

 Analisar os dois lados da balança é necessário para que possamos saber que nunca teremos tudo e que as vitórias chegam sim, porém com alguns custos. A diferença está no quanto realmente queremos vencer e entender o que se perde, sem sofrer em demasia.

Segue um resumo dobre a “Vitoria de Pirro”. Até a próxima.

A expressão “Vitória de Pirro” é uma metáfora muito usada para descrever uma vitória tão sacrificada, desgastante e violenta que, na prática, não valeu a pena ser obtida, já que o custo foi mais alto do que as vantagens advindas.

Pirro, rei do Épiro (região grega) viveu entre 318 e 272 A.C.. Vencedor de muitas batalhas, é considerado um dos melhores generais do seu tempo. Ficou conhecido para a posteridade, principalmente por uma frase que lhe é atribuída, após ter vencido com muito esforço e elevado custo material e humano a batalha de Ásculo.

Quando o felicitaram pelo feito conseguido teria respondido: “Mais uma vitória como esta e estou perdido”. Desde então a expressão “Vitória de Pirro” é utilizada comumente para designar um sucesso que tenha sido obtido com um esforço demasiadamente elevado. Uma vitória que também pode sugerir uma derrota!

      Gostou do texto? Compartilhe nas redes sociais!

Claudiane do Rocio Quaglia Nunes – Psicóloga Clínica e Pedagoga (CRP nº 06/134348). Formada pela Universidade Nove de Julho . Especialista pela Uninter em Psicopedagogia. Atualmente é discente do curso de Especialização na USP em Terapia Comportamental . Atende em São Paulo –  SP . Idealizadora do site  Ideais de Mim 

Contato: claudianequaglia14@gmail.com

Site: http://ideaisdemim.blogspot.com.br/ 

           

0 Comments

Join the Conversation →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *