#16 – Olimpíadas: Competição, Cultura ou Política?

PsicoDica #16

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E com muito orgulho, no ano de 2016 a cidade cartão postal do Brasil, o Rio de Janeiro, é sede das Olimpíadas!

Mas espera um pouco, é tanto orgulho assim?

Nossas timelines das redes sociais são recheadas de posts criticando o governo com títulos que variam desde “pra que gastar dinheiro com isso se o que o país precisa é de hospital e escola” ou mesmo “esse negócio de olimpíadas é só para inglês ver”.

Nesta última afirmação podemos ver um pouco de sentido e verdade. A origem das olimpíadas na Grécia antiga, era um evento que, além de reunir os povos das pólis gregas, era uma forma de demonstrar entre outras palavras, o que era “ser grego”.

Nestas competições, a figura de Zeus, o Deus do Olimpo, era ativamente cultuada, crença religiosa que também era compartilhada pelas Pólis. Ou seja: SIM, as olimpíadas eram uma forma de exibicionismo na Grécia, e até hoje também é, tendo em vista os grandes eventos que são as aberturas dos jogos.

Ainda fazendo um link com o passado, o culto de uma mesma religião e festas nas quais povos diferentes compartilham juntas, eram uma forma dos governos criarem parcerias e network, sem contar é claro que podem juntar a população em um só propósito, seja ele os jogos, a paz, ou a guerra.

E como a vida imita a arte e é claro o passado também, jogos olímpicos são realizados em partes diferentes do mundo, possibilitando acordos políticos e financeiro entre as nações. É uma jogada muito boa para um governante.

E por que não, já que este negócio de jogos é tão lucrativo e vantajoso para um governo, explorar isso do povo que GOSTA de competir.

olimpiadas-antigas

Entre outras espécies de animais, é muito comum ver como machos competem por fêmeas, animais disputam território e recursos naturais.

Claro que levar a complexidade do ser humano a um mero conceito evolutivo não é simples, mas ao olhar ao nosso redor, mesmo em diversas culturas, nós seres humanos também passamos nosso tempo competindo quem e mais bonito, tem as melhores roupas, os melhores conjugues, emprego, casa, etc.

E isso tudo não se deve apenas ao capitalismo desenfreado. Povos indígenas competiam por território e por mulheres e postos sociais também.

Não quero entrar em discussões se as olimpíadas são uma forma de lavagem de dinheiro ou corrupção, pois hoje temos muitos indícios que são passados como fatos, então qualquer afirmação seria uma especulação, mas é fato que são vantajosas para uma gestão federal e estatual.

Concluindo, os jogos são grandes combinações de fatores, como o próprio comportamento do ser humano é. Julgar isso ou aquilo, agredir governantes ou o povo com sentimento pratrióta ou mesmo reclamar do seu vizinho que comprou um ingresso para ver um jogo de tênis de mesa nessas olimpíadas não vai resolver muita coisa, sem contar que é dificil culpar ou justificar algum deles, sendo que a soma dos fatores que levam a ter os jogos é muito maior do que as partes em questão.

Texto de Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

view all posts

Escritor de meia tigela, editor e idealizador do Piscocast, universitário nerd, amante da psicologia e apaixonado por conhecimento.

0 Comments

Join the Conversation →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *