Ideologia: preciso de uma para viver

A ideologia é um conjunto de ideias.

Definição dada levando em consideração a origem da palavra, em combinação das percepções do mundo externo, do ser humano (Destutt de Tracy). No marxismo a ideologia é um conceito de algo que foge à consciência e a realidade, trazendo a distorção desta e criando um “universo paralelo” com base em crenças e “verdades absolutas” de uma pessoa ou grupo.

Conceito que surgiu na crítica ao capitalismo, visto que esse sistema é antagônico imagem pregada pela meritocracia, por exemplo, o homem jamais seria fruto de seu esforço tendo a oportunidade de ascender socialmente, ao lembrar que neste mesmo sistema capitalista, a estrutura é baseado justamente na divisão social da população.

O ponto chave da descrição do contexto de reflexão do termo cunhado no sentido marxista por meio ao idealismo pregado por algumas classes sociais, agindo para mascarar essas divisões e para principalmente, pregar a naturalidade do fato. Também podemos usar de exemplo o termo liberdade, tópico de tanto valor para o indivíduo moderno.

Não existe a liberdade de se locomover, de fazer o que quer e muito menos de ser quem quiser sem conter nos bolsos uma quantia da moeda tupiniquim, dito na realidade nacional atual.

A ideologia também é um tema conveniente na situação atual do país onde os olhos da juventude de repente se voltaram para a situação política, onde muitos tomaram partido e posições políticas. O que se sabe sobre a frase escrita em nossa bandeira hoje é realmente muito pouco. Se diz por aí existir caráter positivista, alguns bradam com calor no peito, mas aos olhos marxistas, a ordem também é de caráter ideológico.

Existe ordem atualmente? Com a existência da desigualdade social, todos vivem uma utopia distópica, sempre crendo nessa realidade paralela, o que faz seus olhos serem de fato cegados à condição da saúde nacional atual, por exemplo.

A mentira descarada da lacaicidade de um país onde existe uma bancada com base religiosa é o que de fato move milhões de pessoas ao matadouro, lutam pelo direito de serem bode expiatório nas ruas, usam camisetas que mais do que simbolizar o Brasil, simbolizam o “Brazil”,aquele que não deu certo – ou deu certo apenas para alguns.

Enquanto os olhos se fecham em direção aos verdadeiros problemas que nossa sociedade mesmo criou, criam-se outros superficiais para entreter olhos cansados.

Por representar a ideologia do meu povo, de inúmeras formas, me pergunto, ideologia- precisamos mesmo de uma para viver?

Gostou do texto? Compartilhe nas suas redes sociais!

FB_IMG_1503664909363

João Paulo Eras – Estudante de Psicologia, escritor nas horas vagas e Geek.

 

0 Comments

Join the Conversation →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *